ANDI - Agência de Notícias dos Direitos da Infância

http://www.andi.org.br/

Saiba tudo sobre a situação da criança no mundo. Clik aqui para traduzir o Blog. Obrigado.

Clik para ouvir !!!

terça-feira, 2 de março de 2010

Cancelados voos de São Paulo para o Chile: O Estatuto da Criança e do Adolescente se aplica às crianças estrangeiras em território brasileiro?

Acabei de ver o jornal na televisão sobre o terremoto que abalou o Chile.

A reportagem mostrou pessoas que se encontram deitadas pelo chão do aeroporto, esperando a saída dos vôos para o Chile.
A repórter narrou à situação em que se encontram muitas crianças.
Elas ficam jogadas ao chão, não tendo alimentação adequada e muitas estão passando fome.
A companhia aérea disse que não podem fazer nada por elas pela simples razão de que o terremoto é uma catástrofe natural.
Posso fazer uma perguntinha?
Onde foi que aconteceu o terremoto mesmo?
No Brasil?
Na Inglaterra?
No Japão?
Nãaaaaooooo, a resposta certa é no Chileeeeeeeeeee.
Então o argumento declarado pelas companhias aéreas é justificável?
Com a palavra os homens da lei, os advogados, os representantes dos Direitos Humanos, o Bispo, o Pastor, o Prefeito, o Juiz, o Governador, o Ministério Público, a Defensoria Pública e também o Presidente do Brasil.
O fato é que as crianças estão abandonadas, sem condições de higiene, sem alimentação adequada, exposta a situação de risco, etc.
O que fazer?
O Estatuto da Criança e do Adolescente se aplica às crianças estrangeiras em território brasileiro?
Minha consciência diz que qualquer criança em situação de risco, deve ser protegida e colocada em segurança.
As leis brasileiras também dizem o mesmo.
Posso fazer outra perguntinha?
Então porque nestas situações não aparecem ninguém para defender as crianças?
Porque não se aplica as leis?
Onde está nosso erro?
Porque somos tão hipócritas?
Um país que pretende alcançar o topo do mundo, não pode acultar-se nestes momentos.
Não pode esconder-se dentro do guarda-roupa ou embaixo da cama e fingir que não está acontecendo nada.
Um país jamais crescerá com pessoas egoístas e indiferentes aos direitos humanos.
Já que aprovamos o ECA, temos que aplicá-lo como um todo e não em partes ou só quando interessa.
Agora podem falar as autoridades constituídas para defender os interesses das crianças e dos adolescentes neste nosso querido Brasil.

Resposta:

Ed

Nenhum comentário:

Postar um comentário