ANDI - Agência de Notícias dos Direitos da Infância

http://www.andi.org.br/

Saiba tudo sobre a situação da criança no mundo. Clik aqui para traduzir o Blog. Obrigado.

Clik para ouvir !!!

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Falta de leitos causa 40 mortes de crianças em Imperatriz-MA ( Brasil )

São Paulo - Quarenta crianças morreram neste ano em Imperatriz (MA) à espera de um leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) neonatal. Em menos de nove meses, o número de mortes se aproxima do total de 2009: 43.
Segundo o promotor João Trovão, houve poucas mudanças após as primeiras denúncias relacionadas à falta de leitos. Apenas sete leitos foram instalados no Hospital Municipal de Imperatriz, e os recursos do Ministério da Saúde prometidos para ajudar na reestruturação da saúde nunca foram alocados, segundo ele. "Somos obrigados a ajuizar liminares para conseguir atendimento a dezenas de crianças, mas nem sempre as ações são deferidas a tempo. Acho que o número de mortes em 2010 será maior que em todo o ano passado", afirmou Trovão.

A Secretaria Estadual de Saúde, porém, não concorda com os números apresentados. "É preciso fazer um estudo mais preciso sobre essas mortes. Nem todas são fruto realmente da falta de UTI", disse o secretário de saúde, José Márcio Leite.

Em abril, o ministério aprovou um plano de estruturação da saúde de Imperatriz que previa investimento de R$ 11,3 milhões. Desses, R$ 4,1 milhões para infraestrutura e R$ 7,2 milhões para ampliação do atendimento e abertura de leitos de UTI. Além da instalação de leitos de UTI no Hospital Municipal, esses recursos também previam a criação de 27 leitos de UTI neonatal no Materno Infantil de Imperatriz.

O secretário de Saúde do Maranhão informou que o espaço físico da UTI neonatal em Imperatriz está pronto, mas o governo federal ainda não repassou recursos para equipá-la. "Acredito que até outubro isso esteja equacionado. Existem problemas burocráticos que impediram esse repasse", explicou Leite.

Defesa

O Ministério da Saúde informou que repassou em maio e em agosto recursos para a instalação de dez leitos de UTI adulto e dez de UTI pediátrica no Hospital Municipal de Imperatriz. E informou que começou a entregar 28 leitos de UTI neonatal no Hospital Regional de Imperatriz, mas confirmou que não recebeu da Secretaria Estadual de Saúde a habilitação dos novos leitos. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Estudo diz que 250 crianças morreram em orfanatos búlgaros na última década

Sofia, 20 set (EFE).- De acordo com relatório apresentado nesta segunda-feira sobre os centros de abrigo da Bulgária, 250 crianças abandonadas pelos pais e acolhidas em orfanatos públicos do país morreram na última década, a maioria deles vítimas das más condições higiênicas, da fome e de doenças.
"Os dados supõem 25 casos mortais de crianças a cada ano entre 2000 e 2010. Pelo menos 75% destas mortes poderiam ter sido evitadas", disse à Agência Efe Margarita Ilieva, vice-presidente da seção búlgara da ONG Comitê de Helsinque, autora do estudo.

Segundo Ilieva, "a pesquisa permite rejeitar a mentira de que as crianças morrem por causa de suas incapacidades e doenças".

O relatório se baseia em uma inspeção realizada em 23 centros sociais públicos de todo o país, que abrigam atualmente 1.300 menores de idade.

Além disso, foram detectados casos de maus tratos por parte dos funcionários dos abrigos e episódios de abusos sexuais entre os próprios menores.

A Procuradoria Geral da Bulgária já abriu uma investigação sobre 166 dos casos denunciados pelo Comitê de Helsinque.

"Nos centros sociais para crianças incapacitadas continua sendo habitual a desnutrição, as pressões e a tortura psicológica. As crianças são amarradas a camas e cadeiras de rodas, além de tranqüilizantes perigosos que são administrados", disse Ilieva, que acrescentou que durante as inspeções foram descobertos mais de 100 menores desnutridos que correm risco de falecer.

Em geral, a ONG denunciou que as terríveis condições de miséria e higiene em todos os centros favorecem a contínua aparição de doenças infecciosas, entre elas a hepatite, que também contribuem para a alta mortalidade entre as crianças.

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Mãe é presa após filmar filha de 2 anos fumando maconha (E.U.A.)

BBC Brasil    

Uma americana do Estado de Ohio foi presa e indiciada nesta semana por supostamente ensinar a filha de dois anos de idade a fumar maconha.

A mãe teria filmado a cena em seu telefone celular e depois enviado o filme a um amigo que, por sua vez, entrou em contato com as autoridades.



Mãe teria filmado filha de dois anos fumando maconha pelo celular

Jessica Gamble, 21 anos, de Springfield Township, foi acusada de corromper uma criança com drogas e colocar uma criança em risco, por ter dado maconha à criança, e tentar alterar as provas de um processo, por ter tentado apagar o vídeo de seu celular.

"O que é mais perturbador é pensar que uma mãe deu maconha à sua filha de dois anos de idade", disse o promotor de Hamilton County, Ohio, Joseph Deters.

"Vai além do perturbador quando você vê o vídeo e vê um bebê manipulando o cigarro de maconha com facilidade, e se dá conta de que ela provavelmente fez isso mais de uma vez."

Na ocasião da prisão, Deters afirmou que "algumas pessoas nunca deviam ter filhos".

Jessica Gamble está presa e pode ser condenada a pelo menos seis anos e meio de prisão pelas acusações de corromper uma criança com drogas e colocar a vida de uma criança em perigo.

As autoridades retiraram a menina de casa e ela agora está sob o cuidado de parentes.

SOMENTE METADE DOS ADOLESCENTES ENTRE 15 E 17 ANOS ESTÁ NO ENSINO MÉDIO

Rafael Targino
Em São Paulo

Atualizado às 11h56

Apenas metade (50,9% do total) dos adolescentes entre 15 e 17 anos está no ensino médio, que é o nível adequado para a idade. É o que mostra a Síntese de Indicadores Sociais, feita pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) com base na Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) 2009.

O índice, que é a taxa de escolarização líquida, vem melhorando nos últimos 10 anos –era de 32,7% em 1999 e de 44,2% em 2004. Esse número indica a proporção da população em determinada faixa etária que está no nível de ensino certo para a idade.

De acordo com o IBGE, a baixa escolarização nas idades analisadas é causada pelos atrasos no ensino fundamental. Segundo o instituto, 97,6% dos que têm entre 6 e 14 anos, faixa recomendada para a etapa, estão na escola. Ou seja: boa parte deles ainda não consegue passar para o ensino médio ao fim do fundamental.

Quando é feita a comparação com o Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), é possível perceber que mesmo os que conseguem chegar ao ensino médio têm defasagens no aprendizado. O índice da etapa subiu apenas 0,1 ponto (de 3,5 em 2007 para 3,6 em 2009) em dois anos.

O ministro da Educação, Fernando Haddad, disse, na época da divulgação, que o resultado pífio do Ideb no ensino médio era esperado. “Quando você começa a melhorar, essa melhora se dá por onda. Uma onda que vai se propagando ao longo do ciclo. Você consegue ter um desempenho, uma arrancada mais forte nos anos iniciais que vai se propagando”, afirmou.

No ensino médio, é recomendado que o estudante de 15 anos esteja no 1º ano; o de 16, no 2º; e o de 17, no 3º. A estimativa é que o aluno comece a cursar o ensino superior por volta dos 18.

Norte e Nordeste

A situação é mais grave nas regiões Norte e Nordeste. Neles, apenas dois em cada cinco adolescentes entre 15 e 17 frequenta o ensino médio. No Sudeste, ao contrário, mais de 60% dos jovens estão nos três últimos anos da educação básica.

Apesar de o número ainda ser baixo no Nordeste (39,2%), ela foi a que mais cresceu nos últimos dez anos: 22,5 pontos percentuais. Em 1999, o índice era de 16,7%.


Renda

O IBGE mostra também que a renda familiar influencia na presença do estudante desta etapa no ensino médio. Os dados nacionais mostram que apenas 32% dos alunos da faixa mais pobre da população estão no ensino médio. Na camada mais rica, esse total sobe para 77,9%.

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

SERÁ QUE DEUS É CULPADO ?

Querido leitor, faça uma reflexão de como nos comportamos em vários momentos de nossa vida e se formos honestos, concordaremos com o artigo abaixo.
O que devemos também saber é que, no Brasil, há projetos de leis prontos para serem votados por este monstros que se camuflam de deputados federais e senadores, que nos obrigará a aceitarmos exatamente estas mesma leis que os EUA aprovaram e hoje a população paga um preço de morte por colocar DEUS do lado de fora de suas vidas. 

Ed

Finalmente a verdade é dita na TV Americana.

A filha de Billy Graham estava sendo entrevistada no Early Show e Jane Clayson perguntou a ela:

'Como é que Deus teria permitido algo horroroso assim acontecer no dia 11 de setembro?'

Anne Graham deu uma resposta profunda e sábia:

'Eu creio que Deus ficou profundamente triste com o que aconteceu, tanto quanto nós.

Por muitos anos temos dito para Deus não interferir em nossas escolhas, sair do nosso governo e sair de nossas vidas.

Sendo um cavalheiro como Deus é, eu creio que Ele calmamente nos deixou.

Como poderemos esperar que Deus nos dê a sua benção e a sua proteção se nós exigimos que Ele não se envolva mais conosco?'

À vista de tantos acontecimentos recentes; ataque dos terroristas, tiroteio nas escolas, etc...

Eu creio que tudo começou desde que Madeline Murray O'hare (que foi assassinada), se queixou de que era impróprio se fazer oração nas escolas Americanas como se fazia tradicionalmente, e nós concordamos com a sua opinião.

Depois disso, alguém disse que seria melhor também não ler mais a Bíblia nas escolas...

A Bíblia que nos ensina que não devemos matar, roubar e devemos amar o nosso próximo como a nós mesmos. E nós concordamos com esse alguém.

Logo depois o Dr.. Benjamin Spock disse que não deveríamos bater em nossos filhos quando eles se comportassem mal, porque suas personalidades em formação ficariam distorcidas e poderíamos prejudicar sua auto estima (o filho dele se suicidou) e nós dissemos:

'Um perito nesse assunto deve saber o que está falando'.

E então concordamos com ele.

Depois alguém disse que os professores e diretores das escolas não deveriam disciplinar nossos filhos quando se comportassem mal.

Então foi decidido que nenhum professor poderia disciplinar os alunos...(há diferença entre disciplinar e tocar).

Aí, alguém sugeriu que deveríamos deixar que nossas filhas fizessem aborto, se elas assim o quisessem.

E nós aceitamos sem ao menos questionar.

Então foi dito que deveríamos dar aos nossos filhos tantas camisinhas, quantas eles quisessem para que eles pudessem se divertir à vontade.

E nós dissemos: 'Está bem!'

Então alguém sugeriu que imprimíssemos revistas com fotografias de mulheres nuas, e disséssemos que isto é uma coisa sadia e uma apreciação natural do corpo feminino

E nós dissemos:

'Está bem, isto é democracia, e eles tem o direito de ter liberdade de se expressar e fazer isso.

Depois uma outra pessoa levou isso um passo mais adiante e publicou fotos de Crianças nuas e foi mais além ainda, colocando-as à disposição da internet.

Agora nós estamos nos perguntando porque nossos filhos não têm consciência e porque não sabem distinguir o bem e o mal, o certo e o errado;

porque não lhes incomoda matar pessoas estranhas ou seus próprios colegas de classe ou a si próprios...

Provavelmente, se nós analisarmos seriamente, iremos facilmente compreender:

nós colhemos só aquilo que semeamos!!!

Uma menina escreveu um bilhetinho para Deus:

'Senhor, porque não salvaste aquela criança na escola?'

A resposta dele:

'Querida criança, não me deixam entrar nas escolas!!!'

É triste como as pessoas simplesmente culpam a Deus e não entendem porque o mundo está indo a passos largos para o inferno.

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Solução definitiva para combater a obesidade infantil e também adulta.

                                 Crianças chinesas entram em acampamento para emagrecer.

O número de crianças com sobrepeso ou obesas na China alcançou o ano passado os 12 milhões, o que corresponde a um terço do total no mundo todo, segundo um da Associação China para a Nutrição das Estudantes e a Promoção da Saúde. Os analistas atribuem este fenômeno ao rápido crescimento econômico da China, à mudança dos hábitos alimentícios e ao aumento do sedentarismo. Os dados oficiais mais recentes, de 2004, citados pela agência de notícias "Xinhua", mostram que o número de pessoas com sobrepeso na China (país com 1.300 milhões de habitantes) em 2002 era de 200 milhões, 39% mais que em 1992. Uma das medidas desenvolvidas na China para lutar contra o sobrepeso e a obesidade são os acampamentos para emagrecer.

O número é assustador quando pensamos que o número de mortalidade aumenta a cada ano com pessoas na faixa etária entre 40 a 55 anos, tendo como principal causa a obesidade.
Desta forma sabemos que quando estas crianças chegarem nesta faixa etária, provavelmente morrerão de infarto ou complicações causadas pela falta de uma nutrição saudável.

Pensando nesta situação, o Brasil não está longe de ter estes problemas com obesidade infantil.
Cerca de 13% da população já encontra-se obesa e este número é crescente a cada ano.
Fui atrás de informações e soube através do médico Dr. Amurati, que somente através de uma nutrição saudável baseada em frutas, verduras e fibras, as crianças estarão se prevenindo desta triste realidade.

Soube também que há uma empresa que oferece os melhores produtos para uma nutrição saudável em forma de shake e tabletes de fibras e cápsulas de ômega 3( excelente para prevenção do triclicéris e colesterol) e seu nome é Herbalife.

Sendo assim resolvi esperimentar estes produtos em mim, pois minha taxa de colesterol e tricliceris estavam a níveis acima de 550.
Após três meses de uso, os resultados apareceram e hoje eu controlo meu peso e as taxas de gordura no sangue com o uso destes produtos.

Como me preocupo com a saúde das crianças que cuidamos na instituição onde trabaho ( http://www.srcbrasil.blogspot.com/ ), é que coloco a disposição um site onde adquiro estes produtos para minha saúde.

www.25k.net/vocepodemais Você pode acessar e verificar os vários produtos a nossa disposição para resolver estes problemas.

O link abaixo mostra a reportagem de uma criança obesa na china e sua luta pela vida.

Ed


http://tvuol.uol.com.br/#view/id=criancas-chinesas-entram-em-acampamento-para-emagrecer-04029B3460E4A953C6/mediaId=6559047/date=2010-09-01&&list/type=user/codProfile=f4d5g8hwtbxo/