ANDI - Agência de Notícias dos Direitos da Infância

http://www.andi.org.br/

Saiba tudo sobre a situação da criança no mundo. Clik aqui para traduzir o Blog. Obrigado.

Clik para ouvir !!!

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Você Pode Me Vender Um Milagre?

Saudações.

* Esperança e Fé!

Uma garotinha foi para o quarto e pegou um vidro de geléia que estava escondido no armário e derramou todas as moedas no chão.

Contou uma por uma, com muito cuidado, três vezes. O total precisava estar exatamente correto. Não havia chance para erros.

Colocando as moedas de volta no vidro e tampando-o bem, saiu pela porta dos fundos em direção à farmácia Rexall, cuja placa acima da porta tinha o rosto de um índio.

Esperou com paciência o farmacêutico lhe dirigir a palavra, mas ele estava ocupado demais. A garotinha ficou arrastando os pés para chamar atenção, mas nada. Pigarreou, fazendo o som mais enojante possível, mas não adiantou nada. Por fim tirou uma moeda de 25 centavos do frasco e bateu com ela no vidro do balcão. E funcionou!

- O que você quer? - perguntou o farmacêutico irritado. - Estou conversando com o meu irmão de Chicago que não vejo há anos -, explicou ele sem esperar uma resposta.

- Bem, eu queria falar com o senhor sobre o meu irmão -, respondeu Tess no mesmo tom irritado. - Ele está muito, muito doente mesmo, e eu quero comprar um milagre.

- Desculpe, não entendi. - disse o farmacêutico.

- O nome dele é Andrew. Tem um caroço muito ruim crescendo dentro da cabeça dele e o meu pai diz que ele precisa de um milagre. Então eu queria saber quanto custa um milagre.

- Garotinha, aqui nós não vendemos milagres. Sinto muito, mas não posso ajudá-la. - explicou o farmacêutico num tom mais compreensivo.

- Eu tenho dinheiro. Se não for suficiente vou buscar o resto. O senhor só precisa me dizer quanto custa.

O irmão do farmacêutico, um senhor bem aparentado, abaixou-se um pouco para perguntar à menininha de que tipo de milagre o irmão dela precisava.

- Não sei. Só sei que ele está muito doente e a minha mãe disse que ele precisa de uma operação, mas o meu pai não tem condições de pagar, então eu queria usar o meu dinheiro.

- Quanto você tem? - perguntou o senhor da cidade grande.

- Um dólar e onze centavos -, respondeu a garotinha bem baixinho. - E não tenho mais nada. Mas posso arranjar mais se for preciso.

- Mas que coincidência! - disse o homem sorrindo. - Um dólar e onze centavos! O preço exato de um milagre para irmãozinhos!

Pegando o dinheiro com uma das mãos e segurando com a outra a mão da menininha, ele disse:
- Mostre-me onde você mora, porque quero ver o seu irmão e conhecer os seus pais. Vamos ver se tenho o tipo de milagre que você precisa...

Aquele senhor elegante era o "Dr. Carlton Armstrong", um neurocirurgião. A cirurgia foi feita sem ônus para a família, e depois de pouco tempo Andrew teve alta e voltou para casa.

Os pais estavam conversando alegremente sobre todos os acontecimentos que os levaram àquele ponto, quando a mãe disse em voz baixa:

- Aquela operação foi um milagre. Quanto será que custaria?

A garotinha sorriu, pois sabia exatamente o preço: um dólar e onze centavos! - Mais a fé de uma criancinha!

Em nossas vidas, nunca sabemos quantos milagres precisaremos.

Um milagre não é o adiamento de uma lei natural, mas a operação de uma lei superior. Sei que você vai passar esta bola pra frente!

Lá vai ela. Jogue de volta para alguém que significa algo para você!

Uma bola é um círculo, sem início, sem fim...

Passe ela para alguém que seja uma pessoa importante para você.

* MEU JURAMENTO PARA VOCÊ:

Quando você estiver triste... Vou secar suas lágrimas.

Quando você estiver com medo... Eu lhe darei conforto.

Quando você estiver preocupado... Vou dar-lhe esperança.

Quando você estiver confuso... Vou ajudá-lo a enxergar.

E quando você está perdido... E não pode ver a luz,
Vou ser o seu farol... Brilhando cada vez mais.

Este é o Meu juramento... Prometo até o fim...

Por que? Você pode perguntar... Porque você é Meu amigo.

- Assinado: DEUS!

PS. As crianças tem um real e onze centavos para comprar um milagre de permanecer acolhidas. Você pode completar? http://www.srcbrasil.blogspot.com

Muito obrigado por sua atenção, muita saude e sucesso!

terça-feira, 26 de julho de 2011

Morte trágica de menina gera campanha

BBC Brasil

A morte trágica de uma menina de 9 anos em Seattle, nos Estados Unidos, gerou uma campanha por doações que já arrecadou mais de US$ 165 mil para levar água a comunidades carentes na África.

Rachel Beckwith havia pedido no mês passado, para seu nono aniversário, que familiares e amigos fizessem doações para uma organização não governamental em vez de lhe dar presentes. Seu objetivo era arrecadar US$ 300.

Na semana passada, porém, Rachel ficou gravemente ferida em um engavetamento envolvendo 13 carros numa estrada próxima à sua casa. No último fim de semana, sua família decidiu permitir o desligamento dos aparelhos que a mantinham viva artificialmente e doaram seus órgãos.

A notícia da tragédia chamou a atenção para a página que a menina havia criado no site da ONG charity:water para arrecadar doações. Em poucos dias, as contribuições superaram mais de 500 vezes sua meta inicial.

Celebração diferente

Em sua mensagem colocada no site no início de sua campanha, Rachel pedia doações em lugar de presentes em seu aniversário.

"No dia 12 de junho de 2011, vou fazer 9 anos. Descobri que milhões de pessoas não vivem até seu quinto aniversário. E por que? Porque elas não têm acesso à água limpa e segura", diz a mensagem.

"Por isso estou celebrando meu aniversário de maneira diferente. Estou pedindo para todo mundo que eu conheço que doem à minha campanha em vez de me dar presentes no meu aniversário", afirma.

Na segunda-feira, dois dias após a morte da menina, sua mãe, Samantha, postou uma mensagem para agradecer pelas doações à campanha da filha.

"Estou impressionada com o imenso amor para transformar o sonho de minha filha em realidade. Diante da dor inexplicável, vocês forneceram uma esperança inegável", disse ela.

"Obrigado por sua generosidade. Eu sei que Rachel está sorrindo!", escreveu.

Segundo a ONG charity:water, as doações recebidas por meio da página de Rachel Beckwith já haviam ajudado até a manhã desta terça-feira a fornecer fontes de água potável para 8.290 pessoas.

PS. Queridos se fosse meu último dia nesta Terra, meu pedido seria para que a casa onde ajudo a cuidar não fechasse suas portas. Ela salva muitas crianças do abandono e violência através de seu trabalho lindo de acolhimento e retorno a sua família de origem ou adotiva.
       Não sei se vou morrer hoje mais a casa pode morrer e muitas crianças deixarem de ser acolhidas.
       Salve a casa fazendo sua doação de apenas R$10,00 em:

http://www.srcbrasil.blogspot.com

Obrigado: Ed

Justiça proíbe exibição no Rio de filme em que bebê é violentado

R7
Uma decisão liminar [provisória] da 1º Vara da Infância e da Juventude do Rio de Janeiro, expedida na última sexta-feira (22) após pedido do DEM (Partido dos Democratas), impede a exibição do filme Serbian Film - Terror sem Limites nos cinemas da cidade. A proibição acontece porque há no filme uma cena de estupro de um recém-nascido.
O pedido da liminar foi feito pelo advogado Victor Travancas, que admitiu não ter assistido ao filme. Contratado pelo DEM, ele explica que a solicitação da proibição foi feita com base no ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente), que diz que nenhuma cena direta ou indireta de pedofilia pode ser exibida.
- Temos aqui um debate importante sobre liberdade de expressão. O filme foi requisitado para ser analisado pelo Judiciário. Acho que o filme poderá ser exibido no Rio. Pode ser que tenha alguma restrição para a cena do estupro infantil.
O advogado afirma que é preciso lembrar que este é um debate sobre os direitos de liberdade. O filme também sofreu restrições em países como o Reino Unido e a Espanha, chegando a ter a exibição proibida na Noruega.
- Esse caso precisa ser visto como um caso raro, uma exceção. A regra é a liberdade plena.
A trama europeia conta a história de Milos, um ator pornô aposentado, que é convidado a participar de um filme erótico de arte. Com problemas financeiros, ele aceita, sem imaginar que está entrando em um filme de terror da sua própria vida. O diretor do filme, o sérvio Aleksandar Radivojevic, explica que a obra é uma forma de mostrar a ruína política, moral e psicológica do seu país nos últimos 20 anos de guerras e transições de governos.
O representante da distribuidora Petrini Filmes, Raffaele Petrini, diz que vai recorrer da proibição e espera que o filme seja exibido nos cinemas cariocas.
- Não recomendo o filme para quem tem estômago fraco. Todo mundo que viu sabe que é um filme de terror, não é uma apologia a pedofilia. A obra é um ato claro de denúncia contra a pedofilia. Nós vemos filmes muitos piores lançados no Brasil.
Sobre a polêmica cena do estupro de um recém-nascido, Petrini explica que não se trata de algo explícito e que ela foi gravada com um robô. Ele ressalta, ainda, que toda a discussão gerada com o filme é positiva.
- Agradeço ao DEM. Minha distribuidora é pequena. Nunca conseguiria uma publicidade tão grande sozinho.
A exibição do filme no Rio de Janeiro pode gerar multa de R$ 100 mil por dia. Serbian Film - Terror sem limites estreia no dia 26 de agosto nos demais Estados brasileiros.
Vetado em festival

O longa estava na programação do festival RioFan, evento dedicado ao cinema fantástico e de terror que acontece no Rio de Janeiro. Entretanto, na última quarta-feira (20), o patrocinador do evento decidiu retirá-lo da grade de exibições.

Em nota oficial, o festival diz que não teve mais esclarecimentos sobre a decisão. A organização do evento lamentou a proibição do filme.

sexta-feira, 22 de julho de 2011

6 mil trabalhadores do Pará se engajam no enfrentamento à exploração sexual de crianças e adolescentes no Pará(Brasil)

Mais de mil trabalhadores do Projeto Salobo, instalado pela mineradora
Vale do Rio Doce no município de Parauapebas, na região de Carajás
(PA), participaram nesta segunda-feira (18) do lançamento da campanha
corporativa para o enfrentamento da exploração sexual de crianças e
adolescentes. A iniciativa é uma parceria da Secretaria de Direitos
Humanos da Presidência da República (SDH/PR) com a Associação
Brasileira Terra dos Homens, no âmbito do projeto Crescimento com
Cidadania para Crianças e Adolescentes.

Ao participar da abertura do evento, a ministra da SDH, Maria do
Rosário, destacou a importância do envolvimento do setor empresarial
no enfrentamento das violações dos direitos de crianças. "Um país rico
é um país sem miséria e sem exploração sexual de crianças e
adolescentes. A Vale é um exemplo para nós, por ser uma grande empresa
associada ao desenvolvimento do Brasil", destacou Rosário.

De acordo com a coordenadora do Programa Nacional de Enfrentamento à
Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes da SDH/PR, Leila
Paiva, a maior afluência de pessoas em determinadas regiões em função
das obras, aliada à vulnerabilidade social das comunidades locais,
pode ser um fator a impulsionar a prática da exploração sexual infanto-
juvenil. Redes organizadas para esse tipo de crime podem se formar ou
se fortalecer, principalmente em regiões longe dos grandes centros
urbanos, que recebem migrantes homens, em sua maioria, distantes de
suas famílias e com poucas opções de lazer e entretenimento.

Durante três dias (18, 19 e 20), os seis mil trabalhadores do Projeto
Salobo participarão de oficinas de sensibilização sobre o tema da
exploração sexual de crianças e adolescentes, com abordagens sobre os
aspectos legais dessa violação e seus impactos sobre o desenvolvimento
saudável dos menores de 18 anos. Um termo de adesão corporativa ao
Projeto Crescimento com Cidadania para Crianças e Adolescentes foi
assinado pela representante da Fundação Vale, Liesel Filgueiras, e
pela ministra.

Dados do Disque Direitos Humanos (Disque 100) apontam que a violência
sexual corresponde a cerca de 32% das denúncias de violação dos
direitos humanos de crianças e adolescentes recebidas pelo serviço.
Entre janeiro de 2003 e fevereiro de 2011, o Disque 100 recebeu 26.929
mil denúncias de exploração sexual de crianças e adolescentes. Em 82%
das denúncias, as vítimas eram meninas.

Responsabilidade social - O projeto Crescimento com Cidadania é uma
experiência piloto que visa sistematizar e disseminar o processo de
articulação, integração e sensibilização das áreas de responsabilidade
social corporativa na prevenção e enfrentamento da exploração sexual
de crianças e adolescentes como forma de política de recursos humanos.
Suas atividades envolvem uma campanha nacional para a adesão de
empresas envolvidas em 4 grandes obras/empreendimentos no país:
Consórcio Santo Antônio Energia (Porto Velho-RO), PETROBRAS- Complexo
Petroquímico de Itaboraí-RJ, Itaipu Energia (Foz do Iguaçu-PR) e Vale
do Rio Doce (Parauapebas-PA).


Fonte: Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República

Filme com cenas de pedofilia e necrofilia tem exibição censurada no Rio de Janeiro


"A Serbian Film — Terror sem Limites" foi exibido em Porto Alegre durante o Fantaspoa
A Caixa Econômica Federal proibiu a exibição do longa A Serbian Film - Terror sem Limites, que fazia parte do RioFan. O evento de cinema fantástico é realizado no espaço cultural do banco no Rio de Janeiro. O filme, que foi exibido em Porto Alegre durante o Fantaspoa, já sofreu censura semelhante na Espanha e na Inglaterra por seu conteúdo extremo, incluindo cenas de pedofilia e necrofilia. A Caixa Cultural exibiria o longa no sábado.


Os organizadores do festival entraram em acordo com o Grupo Estação e transferiram a sessão para o Cine Odeon (centro do Rio), sábado, às 22h. Uma nota, lamentando a decisão da Caixa, foi divulgada pela organizção que frisou que A Serbian Film foi exibido em dois outros festivais brasileiros, o Fantaspoa (Porto Alegre) e o Lume (São Luís).

"Não há, sob nenhuma ótica possível, apologia à violência sexual contra mulheres ou menores de idade no filme. São atos absolutamente grotescos e tratados como tal por uma obra que se insere numa tradição de filmes extremos [...] um subgênero do cinema de horror que lida com questões repulsivas de forma radical, com o intuito de buscar o choque e a reflexão nos espectadores. Vale lembrar que a inspiração desses filmes é a experiência humana em seus aspectos mais vis e depravados, por certo, mas não menos humanos, infelizmente", diz o comunicado.


Em nota, o banco afirmou que "a opção por não exibir o filme (...) está em consonância com a linha de atuação da Caixa, atenta aos conteúdos apresentados em seus espaços. A Caixa entende que a arte deve ter o limite da imaginação do artista, porém nem todo produto criativo cabe de forma irrestrita em qualquer suporte ou lugar."


PS. A Caixa tomou a atitude certa não permitindo que iniciativas como estas, ocupem espaço numa sociedade que já demonstra sua inclinação para este mal. Temos que nos organizar e dizer sempre NÃO para a proteção de nossas crianças e adolescentes. Não a pedofilia e toda tentativa de disseminação
Ed

quinta-feira, 21 de julho de 2011

Grupo de idosos é preso por estuprar meninas no Sertão há três anos

Flávia Batista: tudonahora.com.br


Uma denúncia anônima levou a Polícia Civil de Alagoas a descobrir um grupo de doze homens acusado de estuprar três meninas, com idades entre seis e onze anos, na cidade de Água Branca, no Sertão alagoano. Dez integrantes do grupo são idosos, com idades de até 90 anos. Segundo a polícia, eles praticam abuso sexual em crianças da cidade há cerca de três anos. 
A operação desencadeada na manhã desta quinta-feira (21) mobilizou policiais de cinco cidades do Sertão. A polícia foi acionada após a denúncia de que um grupo da terceira idade estuprava as crianças em locais como banheiros públicos e até nas dependências de uma sorveteria da cidade. Uma das vítimas, com apenas 11 anos, chegou a contrair gonorreia.
As investigações comandadas pelo delegado regional de Delmiro Gouveia, Manoel Wanderley, confirmaram que os acusados abusavam das três meninas há, pelo menos, três anos.
Vinte mandados de prisão foram expedidos pelo juiz da comarca de Água Branca , Kléber Rocha, mas alguns dos acusados já tinham morrido. Até o fim da manhã 12 pessoas haviam sido presas.
As vítimas foram ouvidas pelo juiz e contaram detalhes do que sofreram durante os anos em que foram abusadas. Elas foram encaminhadas para o Conselho Tutelar municipal, que também acompanha o caso.
Foram presos doze pessoas: Alvino Sandes Lima, de 90 anos; Francisco Xavier Neto, de 73, conhecido como “Chico de Izadias”; José Euclides de Souza, de 82, o “Pernambuco”; Jovileu Ferreira Batista, de 65 anos, o “Leu”; Marevaldo Manoel da Silva, de 50, “Mareval”; Manoel Messias Vieira da Silva, de 71, “Mané Macedo”; Luiz Francisco dos Santos, de 50, “Luquinha”; José Cardeal, “Zé do Piolho”, de 76; Cícero Luiz da Silva, de 31; José Cláudio Lima da Silva, “Cacau”, com idade ainda desconhecida; Severino João dos Santos, 70, o “Major”, e Manoel Francisco dos Santos, de 61 anos, conhecido como “Lila”.
Com Cícero Luiz da Silva, os policiais civis apreenderam um revólver, calibre 38.
Os presos serão conduzidos, ainda hoje ao IML de Maceió e, onde farão exames de corpo de delito.

Mais uma vítima denuncia por estupro homem que se apresentava como pai de santo

Diego Alves




Uma adolescente, cuja idade não foi revelada pela polícia, procurou a Depca (Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente) para relatar que também foi vítima de violência sexual do suposto pai de santo de 30 anos, que está sendo acusado de estuprar quatro crianças e de maltratar outras duas no bairro Jardim Montevidéu, em Campo Grande.



A vítima resolveu procurar a polícia após o caso ter sido noticiado pela imprensa. Segundo ela, o suposto pai de santo a teria estuprado quando ela tinha entre 4 e 7 anos.



De acordo com a delegada Regina Rodrigues, da Depca, além de ter sofrido violência sexual, a garota também disse que apanhava do homem com pedaços de pau, fivela de cinto e brasa de cigarros.



“Até hoje a menina tem marcas de queimaduras de cigarros no rosto”, disse a delegada. Segundo a polícia, as marcas seriam para que ela nunca “esquecesse” dele.



Nesse caso a hoje adolescente, não chegava a participar de nenhum tipo de ritual, como é acusado de ter feito com as outras quatro crianças, sendo uma delas filha dele e outras três, de um vizinho com a participação dos mesmos. O homem também é acusado de maus tratos contra outros dois filhos.



Os pais das crianças que eram coniventes com os fatos foram indiciados por corrupção de menores e abandono de incapaz.



O suposto pai de santo que está foragido é acusado de estupro de vulnerável e maus-tratos de animais.



Caso



O caso começou após uma denúncia no dia 24 de junho de um morador do bairro que relatou que uma criança de seis anos havia sido estuprada por um familiar.



A criança foi ouvida e além desse fato que está sendo investigado, a menina relatou que ela e duas outras irmãs eram levadas pelos próprios pais para o ritual. Das cerimônias, também participavam os filhos do homem de 30 anos.



A criança relatou que, durante as cerimônias, o homem matava uma galinha, chupava o sangue do animal e passava nos corpos das crianças. Na ocasião, de acordo com a delegada, o homem mandava as crianças tocarem nas partes íntimas dele. O suposto pai de santo também jogava cachaça nos órgãos genitais das vítimas.


A Fecams (Federação de Cultos Afro-brasileiros e Ameríndios de Mato Grosso do Sul), que reúne sacerdotes da umbanda e candomblé emitiu uma nota explicando que o acusado não é pai de santo.

 

terça-feira, 19 de julho de 2011

Filme com pedofilia será exibido no Rio


"A Serbian Film: Terror sem Limites", filme polêmico por possuir cenas de pedofilia, será exibido no próximo sábado, dia 23, no RioFan 2011 - Festival de Cinema Fantástico do Rio.

A obra é a mais censurada dos últimos 16 anos no Reino Unido, onde só foi liberada para exibição após 49 cortes, foi vetada na Noruega e, também acumulou um processo para o responsável de um festival na Espanha.

Além de violência exacerbada, no enredo do filme constam incesto, pedofilia, necrofilia e, o mais chocante, o estupro de um recém-nascido.

A história narra o último filme da carreira de um astro do pornô que é drogado e obrigado a cometer atrocidades sexuais durante as filmagens.

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Cresce número de denúncias sobre exploração de menores.

Sudeste e Nordeste concentram 64% dos municípios de onde partiram ligações para o Disque 100

Em metade dos municípios brasileiros há registros de denúncias de exploração sexual de crianças e adolescentes. É o que mostra um levantamento feito em maio pela Secretaria de Direitos Humanos (Sedh) da Presidência da República. De acordo com o mapeamento, as regiões Sudeste e Nordeste concentram 64% dos municípios de onde partiram ligações para o Disque 100, número nacional por meio do qual é possível fazer, anonimamente, denúncias de abusos sexuais de crianças e adolescentes.
Para a secretária nacional de Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente da Sedh, Carmem Oliveira, o aumento do número de denúncias se deve a maior conscientização da população e, também, ao aumento dos casos de violações, principalmente em localidades com grandes obras em andamento. Ela explicou que essas obras atraem muitos homens desacompanhados das famílias e, na maioria das vezes, os municípios têm pouca estrutura para combater esse tipo de exploração.
“Temos evidência que, no contexto das grandes obras, aumenta os casos de violação porque há uma imigração que equivale ao número da população que já existe no município, que não dá conta da nova demanda. Rapidamente se instaura um mercado de prostituição nesses canteiros”, disse a secretária, ao participar de seminário para discutir a participação do setor privado no combate a esse tipo de crime. Segundo ela, os municípios com maior número de denúncias são, justamente, os que recebem a menor cobertura de programas de combate à exploração sexual.
A Região Centro-Oeste lidera, proporcionalmente, o número de denúncias, com mais de 63 para cada grupo de 100 mil habitantes. Em seguida, estão as regiões Norte (57,99), Nordeste (54,83), Sul (42,34) e Sudeste (35,23).
Segundo a secretária, a pasta está trabalhando em quatro frentes para combater os abusos: Copa do Mundo, grandes obras (principalmente de usinas hidrelétricas), rodovias e fronteiras. Carmem Oliveira informou que as 12 capitais que vão receber jogos da Copa do Mundo em 2014 estão entre as 100 cidades com mais alto número de casos de exploração sexual de crianças e adolescentes.
Os dados fazem parte de uma prévia da Matriz Intersetorial 2011 – Cenários do Enfrentamento da Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. O documento ainda está sendo concluído, em parceria com o Grupo de Pesquisa sobre a Violência e Exploração Sexual das Mulheres, Crianças e Adolescentes da Universidade de Brasília (UnB). O Disque 100 funciona diariamente das 8h às 22h, inclusive nos fins de semana e feriados. A ligação é grátis. Também é possível encaminhar denúncias pelo e-mail disquedenuncia@sedh.gov.br.
O novo presidente da ONG MT contra a pedofilia, João Batista de Oliveira que acumula o cargo de diretor do portal Todos Contra a Pedofilia MT http://www.todoscontraapedofiliamt.com.br/ quer apoio do deputado José Riva que é o maior expoente na luta contra a pedofilia em MT nas ações e políticas que fortaleçam a luta contra a pedofilia em MT.
“Vou à Assembléia Legislativa do Estado de Mato Grosso em busca do apoio do deputado José Geraldo Riva, pois por ser um político que se preocupa com todas as causas, tenho certeza que ele vai nos ajudar muito nesse movimento.”, afirmou João Batista, “Quando uma ONG, com a responsabilidade que têm, lidera uma luta como essa, precisamos apoiar e participar”, declarou o vereador Chico Curvo. O líder da bancada do DEM também acredita que é fundamental levar o debate contra a pedofilia para a cidade. “Infelizmente, a pedofilia ainda é um mal que atinge diversas famílias e crianças. Precisamos desenvolver políticas que dêem vez e voz a essa luta.”, ressaltou o diretor do portal Todos Contra a Pedofilia MT.
“Esse combate esta em busca de apoio e vou recorrer ao deputado José Riva para que na distribuição de mídia aos sites e jornais (banner) incluir este portal que defende uma causa tão nobre, ressaltou o diretor do Portal Todos contra a pedofilia MT. Falsos militantes contra abuso sexual e pedofilia sumiram, diz novo presidente da ONG MT Contra a Pedofilia.
Segundo o novo presidente da ONG MT Contra a Pedofilia, João Batista de Oliveira, no período eleitoral, muitas pessoas levantaram a bandeira contra a pedofilia, mas passado o pleito, os defensores da causa desapareceram. “Agora, a pergunta é, onde estão professores, radialistas, ex-vereadores os atuais e ex-deputados os atual que içaram a bandeira contra a pedofilia e promoveram, em ano eleitoral, esses discursos?”, questionou João Batista de Oliveira, ao acrescentar que, volta a repetir a pergunta onde estão as autoridades que içaram a bandeira contra a pedofilia e promoveram discursos?” será que não pode na hora da distribuição da mídia aos sites e jornais (banner) incluir o portal Todos Contra a Pedofilia MT que defende uma causa tão nobre, questionou o diretor do Portal Todos contra a pedofilia MT e atual presidente da ONG MT Contra a Pedofilia. “Se a causa era para eles, de fato, justa, as ações deveriam estar na pauta durante todo o ano. E não aparecer somente em ano de eleição, quando se sobrepõem as propostas essenciais à população”, ressaltou.

http://180graus.com

Filme com pedofilia será exibido no Rio


"A Serbian Film: Terror sem Limites", filme polêmico por possuir cenas de pedofilia, será exibido no próximo sábado, dia 23, no RioFan 2011 - Festival de Cinema Fantástico do Rio.

A obra é a mais censurada dos últimos 16 anos no Reino Unido, onde só foi liberada para exibição após 49 cortes, foi vetada na Noruega e, também acumulou um processo para o responsável de um festival na Espanha.

Além de violência exacerbada, no enredo do filme constam incesto, pedofilia, necrofilia e, o mais chocante, o estupro de um recém-nascido.

A história narra o último filme da carreira de um astro do pornô que é drogado e obrigado a cometer atrocidades sexuais durante as filmagens.

Veja cenas:

http://www.youtube.com/watch?v=zngCpQtxnXA&feature=player_embedded

sábado, 16 de julho de 2011

População quer acesso público a condenados por pedofilia






População acredita que dados de condenados por pedofilia devem ser públicos. Foi isso que verificou um pesquisa feita pelo DataSenado, no site do Senado Federal. 

Mais de oitenta e cinco por cento concordaram com a projeto de lei da senadora Marisa Serrano, que está licenciada do cargo. A pesquisa constatou que 14,3 por cento são contra a proposta. 

O projeto 338/2009 garante que todas informações sobre condenados por crimes contra a liberdade sexual de uma criança ou de um adolescente estejam em um site na Internet. 

A proposta é que as pessoas devidamente cadastradas tenham acesso nome completo, endereço residencial e fotografia, além do crime pelo qual foi condenado. Essa medida deve facilitar o reconhecimento de pedófilos em todo o território nacional.



Apoiado: Ed

PF deflagra operação para coibir pedofilia virtual em 4 Estados

Agência de Notícias de Floripa(SC)


A PF (Polícia Federal) deflagrou, nesta quinta-feira, uma operação em quatro Estados para coibir a pornografia infantil. Ao todo, foram cumpridos oito mandados de busca e apreensão.


Segundo a PF, as investigações partiram do rastreamento de usuários da rede e-Mule (programa de compartilhamento de arquivos) que estariam compartilhando um único arquivo com imagens de sexo explícito envolvendo crianças e adolescentes --aparentemente estrangeiros.


Ainda de acordo com a PF, os usuários investigados residem em Rio de Janeiro, Santa Catarina, Paraná e Espírito Santo.


No Estado capixaba, durante o cumprimento de um dos oito mandados, os policiais apreenderam um HD com um dos suspeitos para elaboração do laudo pericial e conclusão do inquérito.

quinta-feira, 14 de julho de 2011

Cuidado dos pais: Homem pega 18 anos de cadeia por invadir Wi-Fi do vizinho

Paraíba.com.br 


O americano Barry Ardolf, 46, fez uma coisa meio comum hoje em dia: invadiu a conexão Wi-Fi dos seus vizinhos. Mas não se contentou em usar a internet alheia para navegar e baixar. Barry usou a conexão para criar um perfil falso no MySpace, que supostamente pertencia a seu vizinho Matt. Aí, ele colocou fotos de pedofilia no perfil – e enviou essas imagens para os colegas do pobre Matt. Como se isso não bastasse, começou a mandar e-mails ameaçando vários políticos de morte, tudo como se fosse obra do vizinho.  Até que o FBI apareceu, descobriu tudo e prendeu Barry, que acaba de ser condenado a 18 anos de prisão.
Ele decidiu começar toda a campanha de difamação depois que o vizinho Matt o acusou de pedofillia (Barry teria dado um selinho na boca do filho dele). Que história, hein? E antes que você pergunte, a rede do vizinho estava sim protegida com senha. Só que ela era do tipo WEP, bem fraca e fácil de quebrar. Se você tem rede Wi-Fi em casa, é essencial configurá-la para que use senha do padrão WPA (consulte o manual do roteador para saber como).

terça-feira, 12 de julho de 2011

Medvedev propõe castração química voluntária dos pedófilos


Terra Notícias
O presidente da Rússia, Dmitri Medvedev, enviou à Duma (Câmara dos Deputados do país) um projeto de lei que propõe castrar quimicamente os pedófilos, segundo informou nesta terça-feira o Kremlin em comunicado.
"Em 2010 na Rússia foram cometidos 961 estupros de menores de idade, dos quais 384 não chegavam aos 14 anos de idade", apontou a nota oficial. Segundo o Kremlin, a emenda presidencial pretende aumentar a eficácia das medidas adotadas pelas autoridades contra os criminosos que abusam de crianças.
Mais de sete mil pessoas foram condenadas no ano passado na Rússia por pedofilia, sendo que dois mil eram reincidentes, segundo o jornal Gazeta.Ru.
Medvedev propõe que a castração química, que seria adotada somente após uma decisão judicial e um profundo exame médico e psicológico, seja uma opção voluntária do pedófilo.
O representante do Kremlin para a defesa dos direitos das crianças, Pável Astájov, louvou a proposta do presidente. No entanto, até agora todas as propostas similares apresentadas à Duma foram rechaçadas, uma vez que quase todas incluíam a castração obrigatória.
O diretor do Instituto de Pesquisa Científica de Urologia, Oleg Opalijin, considerou que a castração reduzirá o apetite sexual dos pedófilos, mas isto não significa que renunciarão totalmente sua perversa orientação e deixem de ser um perigo para a sociedade.
Por sua parte, o Conselho de Muftís (líderes mulçumanos) da Rússia se pronunciou contra a castração química, ao considerar que esse método não é contemplado pela lei islâmica.

Polícia Civil prende dois por pedofilia no Acre(Brasil)

Em 15 dias 11 pessoas foram encaminhados ao presídio do estadual por crime de estupro de vulnerável na capital.

O Grupo Especial de Capturas da Pol(GECAPC) apresentou nesta quarta-feira (6) mais três foragidos da Justiça acreana. Dois são condenados por crimes sexuais e foram presos em Rio Branco.

O primeiro foi José Souza da Silva, 51 anos, é condenado a nove anos de prisão por estupro de uma criança de 9 anos.O segundo é José Raimundo Mello de Oliveira, 38 anos, também sentenciado há seis anos por ter abusado sexualmente de uma adolescente de 13 anos.

José Souza da Silva foi capturado no bairro Floresta, nas proximidades da Igreja Católica, enquanto o pedreiro José Raimundo de Oliveira foi preso em uma casa, no quilômetro 60 da estrada Transacreana, localidade Vila Verde.

De acordo com José Raimundo, o caso aconteceu em 1998 e a vítima, na época dos fatos com 13 anos, morava em sua casa e cuidava de um de seus filhos. Disse também que, manteve por dois meses, um relacionamento amoroso com a garota, mas negou os abusos alegando que os atos sexuais praticados tinham o consentimento da menor.

Já José da Silva, que teria abusado da enteada de apenas 9 anos, porém alega inocência. “Na época, ela foi influenciada por uma tia a mentir, não sou louco de fazer uma coisa dessas”, se defende.

O aposentado Francisco Ferreira Lima, 58, foi preso no final da tarde de ontem no município do Bujari. Em seu desfavor constam dois mandados de prisão por tentativa de homicídio.

Nos últimos 90 dias, a Polícia Civil, através do GECAPC, já encaminhou 118 foragidos da Justiça ao presídio Francisco Conde. Nos últimos quinze dias,por exemplo, foram capturadas 11 pessoas, acusadas ou condenadas por pedofilia

Prefeitura de Maringá PR , faz cerco à pedofilia

  • Vanda Munhoz
As leis já estão em vigor, mas a Prefeitura de Maringá ainda providencia os cartazes e placas alertando para o combate à pedofilia em prédios públicos e veículos de transporte coletivo. A primeira é a Lei Ordinária 8966, de autoria da vereadora Marly Martin (DEM) valendo desde o dia primeiro deste mês para prédios públicos.

A segunda é a Lei Ordinária 8865/2011, de autoria do vereador Aparecido Domingos Regini Zebrão (PP), promulgada pelo Legislativo em março passado, valendo para o transporte coletivo.
A prefeitura disse, por meio da assessoria de imprensa, que está elaborando os cartazes e ainda não tem data para afixá-los nos locais determinados.

 A Lei Ordinária 8966 prevê a exibição, no interior de prédios públicos, de cartaz ou placa contendo mensagem de caráter educativo de combate à pedofilia e ao abuso sexual contra crianças e adolescentes.

Conforme as especificações técnicas, o cartaz deve ter 80 centímetros por 50 centímetros e ser afixado em lugar visível ao público. Deverá conter ainda um número de telefone para denúncias.
A Lei Ordinária 8865 (para veículos) traz as mesmas especificações técnicas da lei para os prédios. Além de ser afixada em local visível, deverá conter o telefone do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas): 0800-6435-115. Pela lei, todos os veículos dos serviços de transporte coletivo de passageiros no município deverão ter uma placa ou cartaz.

Nos veículos menores, como vans e especialmente os de transporte escolar, a mensagem deverá ser em forma de adesivo e também afixada em local visível tanto do interior quanto do exterior do veículo. Quando em vigor, a falta do informativo contra a pedofilia resultará em multa de R$ 500 a R$ 1 mil ao infrator.

sexta-feira, 8 de julho de 2011

Padres são julgados e juiz afirma que a justiça será feita


Marcela Oliveira e Fran Ribeiro
Muitos acompanham julgamento dos padres. Mãe de uma das vítimas disse que seu filho nunca mais teve uma vida normal, após a opressão sofrida.
Sentados no banco dos réus, o monsenhor Luiz Marques Barbosa e os padres Raimundo Gomes e Edilson Duarte são julgados nesta manhã de sexta-feira (08) pela suposta prática de pedofilia com coroinhas.
O julgamento teve início às 9h e ocorre na Vara da Infância e da Juventude do fórum de Arapiraca. O primeiro a ser ouvido é Fabiano Silva Ferreira, 21 anos, que teria sido abusado pelo sacerdote Luiz Marques quando era coroinha, na época, com 12 anos. 
É Fabiano Silva quem aparece em um vídeo tendo relações sexuais com o monsenhor. O vídeo veio à tona em março do ano passado em uma reportagem do Programa Conexão Repórter. 
As outras duas vítimas, Anderson Farias Silva e Cícero Flávio Vieira Barbosa também serão ouvidas. Eles aguardam serem chamados em salas separadas.
A mãe de Anderson, Ana Lúcia Paulino, disse que espera que justiça seja feita. Ela conta que seu filho desde que sofreu o abuso não conseguiu mais estudar nem levar uma vida normal. “Ele foi oprimido por fazer uma coisa que não queria. Estou confiante na justiça, e ela será feita!”.
O juiz João Luiz de Azevedo Lessa, que preside o julgamento, afirmou que pretende concluir o caso ainda hoje para dar a sentença o mais rápido possível. “Vamos tentar concluir ainda hoje. Mas, como se trata de um caso complexo com um inquérito de mais de mil páginas, não dá para precisar se termina hoje. Vamos trabalhar para isso”.
Sobre as expectativas, Azevedo foi objetivo. “A sociedade não precisa se preocupar, pois a justiça será feita. A partir das investigações e dos depoimentos, os acusados serão condenados ou absolvidos”.
Movimentação
A movimentação é intensa no entorno do fórum. Muitos curiosos, além de familiares das vítimas e dos acusados, acompanham o julgamento. A imprensa não teve acesso à sala onde ocorre a audiência.
Cerca de 50 policiais do Pelotão de Operações Policiais Especiais (Pelopes) fazem a segurança no local. Uma ambulância também está a postos caso seja necessário atendimento médico.
O senador Magno Malta, presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pedofilia que esteve em Arapiraca ano passado, não compareceu ao julgamento dos padres, conforme havia sido especulado.
O julgamento deve durar de dois a três dias, segundo as últimas informações apuradas peloPrimeira Edição. O juiz responsável pelo caso disse que vai divulgar o veredicto em uma audiência pública, para falar à sociedade e à imprensa qual decisão foi tomada.

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Padres acusados de pedofilia vão a júri em Alagoas

RICARDO RODRIGUES - Agência Estado

Está marcado para sexta-feira o julgamento dos padres Luiz Marques Barbosa, Raimundo Gomes e Edílson Duarte, acusados de pedofilia, no envolvimento com coroinhas das igrejas onde trabalhavam, em Arapiraca, a 150 quilômetros de Maceió (AL). A data do julgamento foi confirmada hoje pelo juiz João Luiz de Azevedo Lessa, da 8ª Vara Criminal da Justiça Estadual. O julgamento está marcado para começar às 9 horas da manhã, no auditório do Fórum de Arapiraca.

Os três religiosos são acusados de abusarem sexualmente de três coroinhas, conforme denúncia apresentada Ministério Público Estadual, em março deste ano. Para o promotor José Alves de Oliveira Neto, os sacerdotes se aproveitaram do poder que tinham para explorar sexualmente os coroinhas. Se condenados, eles podem pegar penas de até sete anos de prisão.

De acordo com os autos do processo, as investigações apontaram que os padres prometiam vantagens econômicas aos coroinhas para ganhar a confiança deles e depois tirar proveito das vítimas. Um dos sacerdotes, o monsenhor Luiz Barbosa, chegou a ser filmado fazendo sexo oral com um dos coroinhas. Mesmo assim, os três negaram envolvimento com pedofilia.

O caso foi investigado pela CPI da Pedofilia, que chegou a realizar uma sessão pública em Arapiraca, sob o comando do senador Magno Malta (PR-ES). Durante a sessão, o senador mandou exibir o vídeo onde o padre aparece fazendo sexo com o coroinha. As imagens chocaram as pessoas que assistiam a sessão e geraram protestos da sociedade local.

Logo após a sessão, o monsenhor Luiz Barbosa chegou a ser preso, já que a polícia havia encontrado em seu poder um passaporte pronto para ser utilizado em viagens internacionais. A prisão durou menos de uma semana. Desde que o escândalo foi divulgado, repercutido até no Vaticano, a Igreja Católica afastou os três sacerdotes das atividades eclesiásticas.

Segundo o juiz João Luiz de Azevedo Lessa, que irá presidir o julgamento, o júri será complexo e demorado, porque além de um assunto polêmico, o processo tem quatro volumes com mais de mil páginas e mais de 20 testemunhas arroladas. Por isso, o magistrado prevê que a sentença deve demorar de três a cinco dias.

Serão ouvidas todas as testemunhas de defesa e da acusação, além das vítimas e dos três acusados. Isso sem contar com o tempo que os advogados deverão gastar para apresentar suas alegações finais sobre o caso.

Extorsão

Os padres não só negaram envolvimento com pedofilia, como acusaram os coroinhas de extorsão. Durante a sessão da CPI da Pedofilia em Arapiraca, o advogado Daniel Fernandes, que fazia a defesa do monsenhor Luiz Barbosa, disse que os coroinhas queriam extorquir os padres, por isso fizeram a filmagem. De acordo com o advogado, as relações sexuais filmadas eram consentidas. Por isso, ele contestou a acusação de pedofilia.
A polícia chegou a abrir inquérito para apurar denúncia de extorsão contra os coroinhas, mas as investigações não prosperaram. Com base nessas acusações, a defesa deve pedir a absolvição dos padres. Como prova da extorsão, os advogados têm um documento assinado pelos coroinhas se comprometendo a não divulgar o vídeo em troca de dinheiro.

segunda-feira, 4 de julho de 2011

Mulher salva menina na China de uma queda de dez andares

Da EFE

Em Xangai (China)

  • Wu Juping sorri para o filho; ambos estão internados
    Wu Juping sorri para o filho; ambos estão internadosUma mulher de 31 anos, Wu Juping, aparece nesta segunda-feira na imprensa chinesa como uma heroína após salvar uma menina de dois anos que caiu de dez andares de altura pegando-a antes de bater no chão, o que salvou a criança, mas causou sérios ferimentos em ambas.
Segundo o jornal local "Shanghai Daily", Wu acabou com várias fraturas em seu antebraço pelo impacto, enquanto a menina, mencionada por seu sobrenome, Niuniu, sofreu graves danos internos, embora continue com vida.

"O cérebro, os pulmões e o sistema gastrointestinal da menina estão afetados pela altura da qual caiu, e também tem dificuldades para urinar", disse um médico do Hospital Infantil de Zhejiang, a província oriental onde ocorreram os fatos, segundo o "China Daily".

O acidente aconteceu anteontem em Hangzhou, capital provincial, a 170 quilômetros de Xangai.

A menina tinha sido deixada sozinha dormindo no apartamento de sua família, enquanto sua avó varria no andar superior, e aparentemente, quando despertou, subiu da cama, depois para uma janela aberta e ficou se pendurando durante uns dois minutos, até que caiu, explicou um vizinho à agência "Xinhua".

De um balcão próximo à janela, um vizinho tentava que a pequena se agarrasse a um objeto que estava lhe estendendo, mas então a criança se soltou e caiu sobre Wu, que perdeu a consciência enquanto a menina chorava em seus braços.

"Estendi meus braços inconscientemente enquanto ouvia um grito vindo de cima, então senti um forte dor em meu braço esquerdo, caí no chão e desmaiei", relatou Wu.

Casualmente, Wu é uma empregada do gigante chinês do comércio eletrônico Alibaba, que tem sua sede em Hangzhou, e seu presidente, o magnata Ma Yun, conhecido internacionalmente como Jack Ma, aproveitou para expressar em seu microblog ontem que se sentia "privilegiado de estar trabalhando com Wu durante sete anos".

Os meios de imprensa chineses não dão especial importância à imprudência de deixar uma menina sozinha junto a uma janela aberta a dez andares de altura.

O pai de Niuniu, de sobrenome Zhang, apareceu na televisão estatal "CFTV", onde declarou que é a coisa mais comovente que viveu em sua vida, que uma estranha tenha salvo a vida da sua filha.