ANDI - Agência de Notícias dos Direitos da Infância

http://www.andi.org.br/

Saiba tudo sobre a situação da criança no mundo. Clik aqui para traduzir o Blog. Obrigado.

Clik para ouvir !!!

terça-feira, 26 de julho de 2011

Justiça proíbe exibição no Rio de filme em que bebê é violentado

R7
Uma decisão liminar [provisória] da 1º Vara da Infância e da Juventude do Rio de Janeiro, expedida na última sexta-feira (22) após pedido do DEM (Partido dos Democratas), impede a exibição do filme Serbian Film - Terror sem Limites nos cinemas da cidade. A proibição acontece porque há no filme uma cena de estupro de um recém-nascido.
O pedido da liminar foi feito pelo advogado Victor Travancas, que admitiu não ter assistido ao filme. Contratado pelo DEM, ele explica que a solicitação da proibição foi feita com base no ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente), que diz que nenhuma cena direta ou indireta de pedofilia pode ser exibida.
- Temos aqui um debate importante sobre liberdade de expressão. O filme foi requisitado para ser analisado pelo Judiciário. Acho que o filme poderá ser exibido no Rio. Pode ser que tenha alguma restrição para a cena do estupro infantil.
O advogado afirma que é preciso lembrar que este é um debate sobre os direitos de liberdade. O filme também sofreu restrições em países como o Reino Unido e a Espanha, chegando a ter a exibição proibida na Noruega.
- Esse caso precisa ser visto como um caso raro, uma exceção. A regra é a liberdade plena.
A trama europeia conta a história de Milos, um ator pornô aposentado, que é convidado a participar de um filme erótico de arte. Com problemas financeiros, ele aceita, sem imaginar que está entrando em um filme de terror da sua própria vida. O diretor do filme, o sérvio Aleksandar Radivojevic, explica que a obra é uma forma de mostrar a ruína política, moral e psicológica do seu país nos últimos 20 anos de guerras e transições de governos.
O representante da distribuidora Petrini Filmes, Raffaele Petrini, diz que vai recorrer da proibição e espera que o filme seja exibido nos cinemas cariocas.
- Não recomendo o filme para quem tem estômago fraco. Todo mundo que viu sabe que é um filme de terror, não é uma apologia a pedofilia. A obra é um ato claro de denúncia contra a pedofilia. Nós vemos filmes muitos piores lançados no Brasil.
Sobre a polêmica cena do estupro de um recém-nascido, Petrini explica que não se trata de algo explícito e que ela foi gravada com um robô. Ele ressalta, ainda, que toda a discussão gerada com o filme é positiva.
- Agradeço ao DEM. Minha distribuidora é pequena. Nunca conseguiria uma publicidade tão grande sozinho.
A exibição do filme no Rio de Janeiro pode gerar multa de R$ 100 mil por dia. Serbian Film - Terror sem limites estreia no dia 26 de agosto nos demais Estados brasileiros.
Vetado em festival

O longa estava na programação do festival RioFan, evento dedicado ao cinema fantástico e de terror que acontece no Rio de Janeiro. Entretanto, na última quarta-feira (20), o patrocinador do evento decidiu retirá-lo da grade de exibições.

Em nota oficial, o festival diz que não teve mais esclarecimentos sobre a decisão. A organização do evento lamentou a proibição do filme.

Nenhum comentário:

Postar um comentário