ANDI - Agência de Notícias dos Direitos da Infância

http://www.andi.org.br/

Saiba tudo sobre a situação da criança no mundo. Clik aqui para traduzir o Blog. Obrigado.

Clik para ouvir !!!

segunda-feira, 9 de abril de 2012

Blog dos pequeninos: Juiz da infância atende 1 milhão em SP

Blog dos pequeninos: Juiz da infância atende 1 milhão em SP: Relatório inédito elaborado pelo CNJ afirma que falta estrutura para ação de magistrados nessa área no Estado Problema chega a atrapalhar...

Juiz da infância atende 1 milhão em SP



Relatório inédito elaborado pelo CNJ afirma que falta estrutura para ação de magistrados nessa área no Estado
Problema chega a atrapalhar no processo de recuperação de jovens internados na Fundação Casa
ROGÉRIO PAGNAN
AFONSO BENITES
DE SÃO PAULO

Um único juiz da infância e adolescência atende cidades com mais de um milhão de habitantes em São Paulo.
A constatação faz parte de relatório inédito do CNJ (Conselho Nacional de Justiça), que também revela outros graves problemas na estrutura do Judiciário paulista.
O ideal, segundo especialistas, é um juiz para 200 mil moradores, no máximo, e com dedicação exclusiva.
Em cidades como Guarulhos e Campinas, entretanto, um único magistrado é responsável pelo atendimento de assuntos relacionados a menores de 18 anos.
Isso inclui desde internações na Fundação Casa (ex-Febem) em razão de delitos, passa pela fiscalização de abrigos e até reclamações de pais sobre falta de vagas em creches e escolas.
O Tribunal de Justiça paulista admite o problema e diz que neste ano deve investir R$ 10 milhões nessa área (leia texto nesta página).
O relatório do CNJ será divulgado hoje e foi produzido por equipes do programa "Justiça ao Jovem", que faz um raio-x do sistema de internações de adolescentes.
"As equipes que estiveram em São Paulo não acreditaram no que encontraram. Cartórios com poucos funcionários e juízes sobrecarregados", disse Reinaldo Cintra, juiz auxiliar da presidência do CNJ e um dos responsáveis pela produção do texto.
De acordo com o magistrado, apenas na capital há mais de um juiz por vara.
Em todo o Estado, são 34 varas especializadas (com dedicação exclusiva) para atender assuntos da infância e juventude, segundo o TJ.
Ou seja, na maioria das cidades os juízes acumulam outras áreas de atuação como na área penal e cível.
Essa sobrecarga de serviços de juízes da infância provoca descumprimento de ações previstas no ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente). Pelo estatuto, os adolescentes internados precisariam ser submetidos, a cada seis meses, a reavaliações.
As reavaliações não são feitas no prazo em parte do Estado e isso, segundo magistrados, é prejudicial para a recuperação dos jovens internados. Outro motivo para o atraso é a falta de assistentes sociais e psicólogos.

sexta-feira, 2 de março de 2012

Vaticano conclui processos canônicos e expulsa dois monsenhores e padre pedófilos de Alagoas

Os monsenhores Luiz Marques Barbosa, 83, e Raimundo Gomes, 54, e o padre Edilson Duarte, 44, foram denunciados pelo senador Magno Malta (PR/ES) que presidia a CPI da Pedofilia

Segundo as vítimas, ex-coroinhas de Arapiraca, em Alagoas, “o bispo de Penedo, dom Valério Breda, se reuniu com os três na casa de Anderson Farias Silva, 22, uma das vítimas, para comunicar a decisão do Vaticano. "Ele disse apenas que os três não são mais padres", afirma Cícero Flávio Barbosa, 24, outra vítima. Fabiano Ferreira, 22, também foi abusado pelos religiosos durante mais de seis anos.



População espanca suspeito de pedofilia

Na tarde deste domingo (8), por volta das 14h, a população que freqüenta a praia do Sol, no Litoral Sul da Paraíba linchou um homem de aproximadamente 50 anos que tentou abusar de várias meninas dentro do mar.
Algumas pessoas que estavam próximo ao acusado suspeitaram que ele estivesse tentando abusar das meninas, ao perceber que ele acariciava as crianças dentro da água.
Ele tentou fugir, mas a população conseguiu detê-lo na saída da praia do Sol. Por alguns minutos o homem foi espancando, tendo vários hematomas, inclusive no rosto.
Quem conteve os familiares das vitimas e a população revoltada, foi uma equipe do Corpo de Bombeiros que estava fazendo a segurança do local.
Fonte: Correio

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Suspeito de pedofilia é preso vestindo calcinha em parque de Belo Horizonte-BH



NEY RUBENS
Direto de Belo Horizonte
Um homem de 45 anos foi preso na tarde desta quarta-feira no Parque Municipal de Belo Horizonte, no centro da capital mineira, por suspeita de pedofilia. Segundo o inspetor da Guarda Municipal Anderson dos Santos Fernandes, "o suspeito vestia uma calcinha e tinha ainda outras quatro, todas infantis, dentro da calcinha que vestia sob uma bermuda".
A Guarda Municipal foi acionada pela mãe de duas adolescentes que teriam sido abordadas pelo homem. "Quando a gente o encontrou, ele estava com duas revistas pornográficas. As meninas, de 14 e 17 anos, contaram que ele chegou e mostrou as revistas abertas. Depois disse que elas eram gostosas", disse o inspetor.
"As meninas correram e avisaram a mãe. Ela passou as características e a indicação para onde ele fugiu e conseguimos prendê-lo ainda dentro do parque. Ele confessou que abordou as meninas, mas disse que achou que elas eram mulheres adultas. Só que as duas têm aparência de crianças, dá para perceber", sustentou o policial.
O homem foi levado pela Polícia Militar para a Delegacia de Crimes Contra a Criança e o Adolescente. Às 20h30, ele ainda prestava depoimento ao delegado. De acordo com a Guarda Municipal, o suspeito já tem passagens pela Justiça por estelionato e roubo à mão armada.