ANDI - Agência de Notícias dos Direitos da Infância

http://www.andi.org.br/

Saiba tudo sobre a situação da criança no mundo. Clik aqui para traduzir o Blog. Obrigado.

Clik para ouvir !!!

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Mãe agenciava filha de 11 anos para prostituição

O delegado Samuel Martins Neto, titular da Delegacia de Nova Viçosa, no
extremo sul baiano, já solicitou à Justiça a prisão preventiva de Sônia

Soares Santos, de 35, residente no distrito de Posto da Mata, que agenciava

a exploração sexual da própria filha, de apenas 11 anos. O crime foi

descoberto depois da prisão, em flagrante, do mestre de obras Astor Caldas

Malta Filho, 50, natural de Itapetinga, flagrado em sua casa com a filha de

Sônia e outra menina de apenas sete anos.


Ao depor na unidade policial, Astor confirmou ao delegado a participação de

Sônia no esquema de exploração sexual. Alcoólatra, ela fazia faxina na casa

do acusado, em Posto da Mata, e cobrava R$ 50,00 pelo serviço doméstico.

Para abusar sexualmente da filha da faxineira, o mestre de obras pagava R$

10,00. A criança fora levada pela mãe à casa do maníaco cinco vezes, nos

últimos 60 dias.


Também ouvida pelo delegado Samuel Martins Neto, a vítima da exploração

sexual declarou já ter sido presenteada por Astor Caldas, com uma bicicleta,

vários brinquedos e bombons. A criança de sete anos, amiga dela, também

teria sido abusada pelo mestre de obras, que fez ainda uma terceira vitima -

uma menina de 10 anos, irmã da criança de sete, encontrada pela polícia na

residência dele, juntamente com a filha de Sônia Soares Santos.

Exames médicos legais realizados nas vitimas confirmam a violência sexual.

Autuado em flagrante por estupro de vulnerável, Astor segue custodiado na

Delegacia de Nova Viçosa. O pedido de prisão preventiva da faxineira já foi

encaminhado ao juiz Eduardo Gil Guerreiro, titular da Vara Criminal e da

Infância e Juventude de Nova Viçosa. As crianças foram encaminhadas ao Crea

- Centro de Referência Especializado em Assistência Social, da Prefeitura

Municipal de Nova Viçosa.


Rio de Janeiro

A polícia apurou que a filha de Sônia Soares Santos é uma das três meninas

que foram levadas em 19 de agosto deste ano para o Rio de Janeiro pelo

caminhoneiro Luiz José da Silva Filho, de 36 anos. Preso em flagrante no

bairro carioca de São Cristovão, ele teria conduzido as garotas à força da

Bahia para o Rio, e intencionava obrigá-las a se prostituir.


As garotas haviam pedido carona ao caminhoneiro em Nova Viçosa, para

deslocarem-se até uma cidade vizinha, entretanto, ele desviou a rota e as

trouxe para o Rio de Janeiro. Ao chegarem em Campos dos Goytacazes, no Norte

Fluminense Luiz José abusou sexualmente das meninas, sob ameaça de

abandoná-las na estrada caso não o obedecessem.


No Rio de Janeiro, o caminhoneiro chegou a oferecer as meninas para

prostituição, tendo inclusive telefonado para amigos, cobrando R$ 50,00 pelo

programa completo e R$ 20,00 por sexo oral. Um transeunte que desconfiou da

movimentação dentro da cabine do caminhão, chamou a polícia e Luiz foi

preso. Dias após o episódio as meninas retornaram à Bahia.


fonte: http://www.camacarinoticias.com.br/leitura.php?id=94115

Nenhum comentário:

Postar um comentário