ANDI - Agência de Notícias dos Direitos da Infância

http://www.andi.org.br/

Saiba tudo sobre a situação da criança no mundo. Clik aqui para traduzir o Blog. Obrigado.

Clik para ouvir !!!

quinta-feira, 3 de junho de 2010

Falta vacina contra H1N1 em clínicas particulares brasileiras

Cresce a preocupação por vacinas contra H1N1.

O governo amplia a faixa do grupo de risco das crianças para até 4 anos e 11 meses, ou seja, a campanha foi ampliada para crianças de 2 a 4 anos e 11 meses de idade, sendo que até agora apenas as crianças que tivessem entre 6 meses e 2 anos haviam sido imunizadas contra o vírus.

Essa nova faixa etária apresenta maior vulnerabilidade a desenvolver complicações pela gripe A, depois dos grupos prioritários já incluídos anteriormente.

Esta medida mostra que há uma preocupação quanto à saúde de nossas crianças nesta faixa etária, porém continuo acreditando que seria melhor que toda a população fosse vacinada e assim haveria um menor risco de contrair a Gripe H1N1.

Sendo o pico de contaminação acontecendo em julho e a produção de anticorpos só acontecendo 15 dias depois do recebimento da dose, acredito que ainda a tempo de ser distribuída a vacina para toda a população.

A 20 dias do início do inverno, a vacina contra a gripe H1N1 está em falta nas principais clínicas particulares de São Paulo e do país.

O Ministério da Saúde comprou 113 milhões de doses e quer vacinar 71 milhões de pessoas antes do término da campanha nacional.

O governo terá 42 milhões de doses extras que ainda não têm destino definido e por esta razão acredito que poderia ser distribuída para quase todos.

A população brasileira não pode ser cobaias de um mau planejamento governamental, pois para um país que está batendo todos os recordes de superávit não pode dizer que não há recursos para adquirir a vacina.

A arrecadação de tributos federais totalizou R$ 70,90 bilhões em abril, segundo a Receita Federal.

O que está havendo com o Ministério da Saúde?

No frio, aumenta o risco da contaminação, em função das aglomerações de pessoas em lugares fechados.

Neste mês de Junho estaremos vendo os jogos da seleção brasileira e com certeza haverá aglomerações de pessoas nos bares, lojas, casas, hotéis, etc.

O ideal é que a vacina seja tomada antes do fim da primeira quinzena de junho, porque o corpo só produz anticorpos contra o vírus 15 dias depois de receber a dose.

NÓS BRASILEIROS TEMOS O DIREITO A SAÚDE E O GOVERNO NÃO PODE NOS PRIVAR DELA.

Ed

Nenhum comentário:

Postar um comentário